Publicidade:

KS 50 anos: Feliz aniversário, Kelly Slater!

Em 1972 a Tv a cores chegava ao Brasil, as famosas calças boca de sino ditavam a moda, Nixon renunciava à presidência dos EUA após o escândalo conhecido como “Watergate” e a primeira reunião global da história, onde o assunto principal era o meio ambiente, a “Conferência de Estocolmo”, era realizada.

Nesse mesmo ano, no dia 11 de fevereiro, nascia em Cocoa Beach, na Florida (EUA), aquele que viria ser um dos maiores atletas de todos os tempos: Robert Kelly Slater.

Em 1984, com 12 anos, Kelly venceu seu primeiro campeonato nos Estados Unidos, dando início aquela que viria ser a mais vitoriosa de todas as carreiras de um competidor no surf mundial.

Curiosamente, os títulos internacionais não vieram tão rapidamente, pois, enquanto amador, seu foco eram os estudos. E ainda que seu talento absurdo nas ondas era evidente para muitos, houve quem acreditasse que sua carreira como surfista profissional não iria longe.

Kelly Slater Aniversário
Seu talento como surfista foi percebido logo cedo. No entanto, no início de sua carreira, algus diziam que Slater não teria uma carreira consistente como profissional. Foto: Arquivo

Em 1990, Slater fez sua estreia como surfista profissional no circuito mundial da WSL, mas não obteve grandes resultados. Em seu primeiro ano, terminou na 90º posição do ranking. E na segunda, na 43º.

Contudo, em 1992 que o jovem da Flórida chegou ao topo do mundo, aos 20 anos. Foi o mais novo campeão mundial de surf da história. Ele também viria a ser o mais velho, conquistando seu 11º título aos 39 anos, numa história de domínio poucas vezes vista na história do esporte mundial.

Durante esse período, algumas marcas importantes de sua carreira foram a primeira “bateria perfeita”, totalizando 20 pontos (de 20 possíveis) na final da etapa de Teahupo’o, em 2005, recorde de notas 10 em uma mesma etapa (quatro, também no Taiti, em 2016), fez 80 finais no CT e subiu ao pódio da elite do surf mundial em primeiro lugar por 56 vezes.

Conquistas que lhe renderam o apelido de “GOAT”, “bode”, em inglês, mas cujas siglas significam “Greatest of All Time” (o maior de todos os tempos).

A rivalidade com Andy Irons

Kelly Slater aniversário
Kelly Slater e Andy iIons proporcionaram vários dos momentos mais marcantes da história do surf de competição. Foto: Reprodução

Em 2002, Kelly Slater voltava a disputar o circuito mundial depois de ter ficado três anos ausente, para desenvolver projetos pessoas. Naquela ocasião, Kelly, já era hexa campeão mundial e maior vencedor da história do surf. Todavia, sua volta para o circuito não tão fácil como se imaginava.

Andy Irons era uma estrela em ascensão. O havaiano preenchia todos os requisitos para superar Slater, com aéreos e o forte domínio em ondas pesada. Venceu em Bells Beach (Austrália); Teahupoo (Tahiti), Mundaka (Espanha) e levantou o troféu de campeão mundial em sua casa, Pipeline (Havaí).

Kelly entendeu que agora teria um adversário a sua altura. Essa rivalidade deu início a alguns dos melhores anos do circuito mundial de surf, com baterias épicas entre os dois.

Em um desses confrontos, em Jeffreys Bay, na África do Sul, o havaiano tinha tirado 8,33 de nota e perto do fim, somou mais 8,23 pontos. Deixando o surfista da Flórida precisando tirar 9,23 para reverter o resultado.

Andy Irons saiu da água e já comemorava a vitória quando a menos de um minuto para o término da bateria, Slater pegou a melhor onda e conseguiu fazer quatro manobras bem feitas e acabou tirando 9,5; vencendo o havaiano que não acreditava no via. A partir de então, Kelly passou a se sair melhor nas disputas e levou o campeonato naquele ano.

Após esse episódio, a relação entre os dois surfistas se estreitou mais, com o grande sentimento de respeito mútuo. Tornaram-se grandes amigos e até mesmo gravaram um filme juntos – A Fly in the Champagne. Contando um pouco sobre suas histórias e viagens que fizeram juntos.

Contudo, infelizmente, em 2010, Andy Irons acabou falecendo aos 32 anos. O surfista foi encontrando sozinho em um quarto de hotel em Dallas, depois de uma parada cardíaca e ingestão aguda de drogas. Foram feitas muitas homenagens para o havaiano. Kelly sofreu muito com a perda do amigo e rival nas águas.

Vida de celebridade e polêmicas

Kelly Slater
Na Tv dos EUA, Kelly vivu o personagem “Jimmy Slade” para a série “Baywatch”. Foto: Reprodução

Fora da água, ele também quebrou paradigmas: participou de seriados de TV, como “Baywatch”, namorou celebridades como Pamela Anderson e Gisele Bündchen, teve uma banda de rock chamada “The Surfers”, que chegou a abrir shows do Pearl Jam em estádios lotados, foi protagonista do videogame “Kelly Slater’s Pro Surfer”, Jogou golfe com Barack Obama, ajudou a desenvolver pranchas e equipamentos de surf e investiu na construção de uma piscina de ondas que já recebeu etapas do circuito mundial.

Mas como toda personalidade conhecida por feitos extraordinários, Kelly Slater também se envolveu em situações polêmicas por conta de suas opiniões, como a vez em que pediu o abate de tubarões na Ilha Reunião. Mais recentemente, o onze vezes campeão do mundo vem se posicionando contra a obrigatoriedade da vacina contra a Covid-19 e pode perder pelo menos quatro etapas do Mundial de Surfe deste ano caso não se imunize.

A comemoração entre Slater e Moniz. Pipe Master a uma semana de completar 50 anos. Foto: Tony Heff/World Surf League

Há poucos dias conquistou a 56.ª vitória no CT, com uma vitória histórica em Pipeline e inicia esta sexta-feira (11) a participação no Hurley Pro Sunset Beach, segunda etapa do CT 2022, vestindo a lycra amarela, pois está liderando o ranking mundial.

Um homem que enfrentou quatro gerações de surfistas profissionais, sempre competindo em alto rendimento e que segue fazendo história e nos maravilhando com a força de seu surf. Feliz aniversário, Kelly Slater!

 

 

 

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias